GeraisGRESP
0

APMGF e GRESP serão anfitriões da 9ª Conferência Mundial do IPCRG

Em 2018:

O International Primary Care Respiratory Group (IPCRG) atribuiu à Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) e ao Núcleo de Doenças Respiratórias (GRESP) a honra de organizarem a sua 9ª Conferência Mundial em 2018. A candidatura, apresentada por Carlos Gonçalves, na qualidade de representante do GRESP/APMGF, foi aprovada no dia 29 de maio, em Singapura, durante a Assembleia Geral do IPCRG levada a cabo no decurso da 4ª Reunião Científica daquele organismo.

Assim, a região de Cascais e o Centro de Congressos do Estoril irão acolher, daqui a três anos, um dos maiores e mais prestigiados eventos internacionais na área da saúde respiratória, com uma participação que se estima acima dos mil congressistas. Ainda não foram definidas datas específicas para o evento, mas tudo indica que deverá decorrer entre maio e junho de 2018.

Na sua proposta, a APMGF e o GRESP contaram com fortes apoios de organizações irmãs como a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica (SPAIC), a Confederação Ibero-Americana de Medicina Familiar (CIMF-WONCA), a Sociedad Española de Medicina de Familia y Comunitaria (semFYC), a Sociedade de Respiratorio en Atención Primaria ou a Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC), entre outras.

O IPCRG foi fundado em 2000 e está sediado na Escócia, sendo um fórum que congrega dezenas de associações e grupos nacionais e internacionais focados e com trabalho desenvolvido na saúde respiratória em cuidados de saúde primários, com intervenções em campos tão proeminentes como o consumo de tabaco, a asma, a DPOC, a rinite alérgica ou as infeções pulmonares.

O atual presidente do IPCRG é o australiano Ron Tomlins e o presidente eleito da organização é o médico de família português Jaime Correia de Sousa.

Segundo o próprio Jaime Correia de Sousa, “esta decisão da Assembleia Geral do IPCRG representa o reconhecimento da organização do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelo GRESP – a nível nacional e internacional – e da qualidade da candidatura apresentada. Representa, igualmente, um investimento na relação entre Portugal e Espanha, sendo ainda de salientar as perspetivas de crescimento para a América Latina que pode trazer a realização de uma conferência como esta em Portugal”.

Leia Também

MGF vai ter sessão especial no congresso da SPP

Projeto IMOVE+ chega ao fim mas estudo EuroEVA terá continuidade com suporte da Rede Médicos Sentinela

José Luís Biscaia perspetiva o futuro da MGF na linha da frente dos cuidados de saúde

Recentes

Menu