Gerais
0

Combate aos excessos preventivos depende de população informada

18º CNMGF

“Furor preventivo: um drama em quatro atos” foi a mais dinâmica e interativa sessão do 18º Congresso Nacional de Medicina Geral e Familiar, graças ao facto de se ter desenrolado com uma inspiração teatral. Os autores deixaram ainda espaço para reflexão: os resultados do estudo Prevenção.PT mostram a necessidade de desenvolver campanhas de informação dirigidas à população que, no que diz respeito ao pedido de exames complementares de diagnóstico, revela comportamentos excessivos.
 
Na qualidade de intervenientes (poder-se-ia mesmo utilizar, com todo o propósito, a expressão atores), no palco, estiveram o MF Carlos Martins – membro do EUROPREV – e os internos Isabel Alves Sousa, Mariana Rio e Carlos Franclim.

Leia Também

Quase 300 formandos numa jornada de grande aprendizagem

Relação médico-doente poderá vir a ser património imaterial da humanidade

Projeto de investigação português foi o vencedor

Recentes

Menu