GeraisInternacional & Cooperação
0

Diabetes dominou a agenda política

Comemorações do Dia Mundial da Saúde

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Saúde, que este ano teve como tema “Vencer a diabetes”, a Direção-Geral da Saúde assinou protocolos com a Associação Industrial e Comercial do Café (AICC), Associação de Refinadores de Açúcar Portugueses (ARAP) e a Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), com vista ao consumo responsável e equilibrado de açúcar.

Na sessão, que decorreu na Assembleia da República, teve ainda lugar a assinatura do protocolo entre o Ministério da Saúde e a Fundação Calouste Gulbenkian para a promoção da saúde em Portugal. O intuito da cooperação é promover e reforçar as iniciativas delineadas no relatório “Um futuro para a saúde – todos temos um papel a desempenhar”, que a Gulbenkian apresentou em 2014. Algumas das temáticas abordadas no documento são diabetes, infeção hospitalar, saúde mental, literacia em saúde, cuidados paliativos e recursos humanos em saúde.

No decurso da cerimónia foi atribuído o colar do Prémio Nacional de Saúde ao neurocirurgião João Lobo Antunes e ainda um prémio honorário a António Arnaut.

O Prémio Nacional de Saúde de 2015 distinguiu Lobo Antunes pela sua contribuição para o desenvolvimento da ciência médica e da neurocirurgia em Portugal e pelo seu “contributo inequívoco para o prestígio internacional do sistema de saúde português, ao qual prestou os mais relevantes serviços”.

António Arnaut, licenciado em Direito e fundador do Partido Socialista, ocupou no II Governo Constitucional o cargo de ministro dos Assuntos Sociais, tendo elaborado a lei que deu origem SNS.

Na sua intervenção, o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, anunciou que o Presidente da República irá atribuir a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade a ambos, numa cerimónia que ocorrerá no dia 25 de abril.

A Ordem da Liberdade destina-se a distinguir serviços relevantes prestados em defesa dos valores da civilização, dignificação da pessoa humana e à causa da liberdade.

Leia Também

Margaret Chan vê médico de família como elemento central dos sistemas de saúde

A importância dos internos se envolverem em projetos de investigação

O médico de família no mundo dos papéis

Recentes

Menu