Gerais
0

In memoriam

Passaram dez anos sobre a morte de José Guilherme Jordão

Para os mais novos será uma referência bibliográfica. Para os mais velhos, uma referência de vida. Faz hoje dez anos que morreu José Guilherme Jordão, médico de família.
 
José Luis Borges fala-nos de caminhos que se bifurcam. Há dez anos, as nossas vidas, de todos nós – e a maioria provavelmente não imaginará até que ponto – tomaram um rumo que seria hoje diverso, se o José Guilherme Jordão continuasse entre nós.
 
Persiste a lembrança, que fica para a História da Medicina portuguesa do final do século XX e da transição para o XXI. Os amigos, esses, lembram-no todos os dias.
 
Armando Brito de Sá

Leia Também

Dia Mundial do Médico de Família

Este «interior» não é para médicos de família

Médicos de família olham para o futuro

Recentes

Menu