Gerais
0

Inaugurada escultura que homenageia o Médico de Família

Na cidade de Coimbra:

_x000D_

_x000D_
Em Coimbra, na Rotunda do Alto de S. João (Estrada da Beira), foi inaugurada durante o Dia Mundial do Médico de Família uma escultura em homenagem à “especialidade da pessoa”, da autoria do escultor e médico Dimas Simas Lopes e intitulada “P'la Esperança”. O revelar da obra surge associado às comemorações do Dia Mundial do Médico de Família e aos 25 anos da cadeira de MGF na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra.

_x000D_

_x000D_
Na cerimónia oficial estiveram presentes para além do presidente da APMGF, Rui Nogueira, o autarca de Coimbra (Manuel Machado), José Manuel Silva (bastonário da Ordem dos Médicos e regente da unidade curricular de MGF da FMUC), Carlos Cortes (presidente da Secção Regional do Centro da OM), Hernâni Caniço (membro fundador e coordenador da Unidade Curricular de MGF da FMUC) e António Arnaut, ex-ministro dos Assuntos Sociais e forte impulsionador do SNS.

_x000D_

_x000D_
“É para nós uma satisfação muito grande estarmos associados a esta efeméride e inaugurar este monumento de homenagem ao Médico de Família. A Associação a que presido não podia deixar de estar envolvida nesta homenagem ao Médico de Família quando defendemos o seu desenvolvimento, bem como da nossa especialidade. Aqui conflui outra circunstância, o aniversário dos 25 anos da cadeira de MGF na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, com o qual nos regozijamos”, declarou na ocasião Rui Nogueira.

_x000D_

_x000D_
Por seu turno, José Manuel Silva frisou que “Portugal tem, talvez, a Medicina Geral e Familiar mais desenvolvida do mundo. Faz sentido continuar a falar-se do Médico de Família mas é impressionante verificar como foi a evolução do conceito associado a este especialista nas décadas recentes. Hoje em dia, fala-se do Médico de Família todos os dias. Ou seja, todos os dias são dias do Médico de Família porque, sendo uma especialidade que inicialmente não recebeu, talvez, a consideração que merecia e justifica, a verdade é que agora já toda a gente percebeu que a Medicina Geral e Familiar é a especialidade basilar de qualquer sistema nacional de saúde”.

_x000D_

_x000D_
António Arnaut corroborou a ideia: “todos os dias, de todos os anos, são dias do Médico de Família porque ele é a primeira linha do SNS, a primeira porta que se abre quando precisamos de cuidados de saúde”.

_x000D_

_x000D_

Leia Também

Vaz Carneiro sugere abordagem estruturada para lidar com sintomas

Do Presidente: o valor de Vasco

Oportunidade única de aprendizagem através de intercâmbio em Praga

Recentes

Menu