Gerais
0

Interno português premiado com bolsa para participar na WONCA

Fundo do Movimento Vasco da Gama

O Movimento Vasco da Gama (MVdG) atribuiu este ano, pela primeira vez, uma bolsa dirigida aos internos da especialidade e jovens médicos de família residentes na Europa para participar na conferência mundial da WONCA, realizada em Praga, entre 25 e 29 do passado mês de Junho. Luís Pinho Costa, interno do 1º ano do Internato Complementar de MGF na unidade de saúde familiar de Fânzeres, foi um dos seis premiados.
 
A bolsa, que provém do Fundo do Movimento Vasco da Gama, “surgiu pela primeira vez este ano em consequência das iniquidades económicas a nível europeu, visando aliviar as pressões económicas que recaem sobre os internos/jovens especialistas e que dificultam a sua participação em eventos como a Conferência Mundial da WONCA, nas quais os custos da inscrição se somam a despesas avultadas de transporte e alojamento”. De acordo com Luís Pinho Costa, “o Fundo é monetário e permite o reembolso dessas despesas, após envio dos comprovativos e a elaboração de um relatório”. O teto de reembolso definido para a edição de 2013 foi de 800 euros.

     

O processo de candidatura “implicou o preenchimento de Formulário de Aplicação e obtenção de Carta de Recomendação”. Este ano, o prazo de submissão das candidaturas terminou a 31 de janeiro. Os vencedores foram anunciados um mês depois.

Luís Pinho Costa refere que iniciou em janeiro deste ano a especialização em MGF e não estava, de todo, nos seus planos participar na Conferência Mundial de Praga.
 
“A atribuição desta bolsa abriu essa oportunidade e permitiu-me participar na Conferência e Pré-Conferência do Movimento Vasco da Gama, eventos que certamente pautarão o resto do meu percurso como interno. As inúmeras sessões e workshops de enorme qualidade e utilidade, os discursos inspiradores do Dr. Richard Roberts e Dr. Michael Kidd (e tantos outros), o conhecimento mais aprofundado acerca do Movimento Vasco da Gama (e seus homólogos em outras áreas do globo) a partilha de experiências, ideias e visões com colegas dos mais diversos contextos a nível internacional, contribuiu decisivamente para o enriquecimento das minhas perspetivas e horizontes, assim como para a expansão da minha rede de contactos”.
 
Perante a riqueza desta experiência, “não me restam quaisquer dúvidas do mérito e imprescindibilidade da existência de um Fundo como este”, patrocinado por instituições como a Associação Suíça de Internos de Jovens Especialistas em MGF (JhaS) e a Associação Suíça de Medicina Geral (SGAM).

     

“Porque é em momentos de crise que a solidariedade mais se revela necessária, espero que este meu testemunho permita reforçar as próximas edições deste Fundo”. Tendo em conta que em 2014 Lisboa será o palco da Pré-Conferência do Movimento Vasco da Gama e Conferência Europeia da WONCA, Luís Pinho Costa deixa um apelo “ao contributo das instituições portuguesas, nomeadamente da APMGF e do Colégio de Medicina Geral e Familiar da Ordem dos Médicos, assim como de outras instituições que julguem meritória a concretização do sonho de alguns internos/jovens especialistas em participar e enriquecer os eventos que tão honrosamente vamos organizar”.

Leia Também

Ministro da Saúde mostrou-se recetivo às ideias da APMGF sobre redimensionamento de listas

Webinar – Uma nova métrica para a lista de utentes

Espaço ibero-americano da Medicina Familiar abre oportunidades e horizontes

Recentes

Menu