GeraisInvestigação
0

Internos apresentam mais de 200 trabalhos de investigação

XVIII Jornadas do Internato de MGF da Zona Sul

“Olhares” foi o título da conferência de abertura das XVIII Jornadas de Medicina Geral e Familiar (MGF) do Internato da Zona Sul, que este ano têm lugar no no Évora Hotel, até 30 de outubro. Na conferência participou toda a equipa que lidera a coordenação do Internato, numa dissertação coletiva que evocou os 20 anos das jornadas, desde a sua primeira edição, em 1993.

Nos três dias de trabalho vão ser apresentadas 116 comunicações orais e 92 pósteres, nas categorias de Investigação, Qualidade, Prática, Relato de caso e Revisão.

Todos os temas das comunicações livres e pósteres estão relacionados com o Internato. “As perguntas que presidem à realização dos trabalhos de investigação e de revisão, os projetos que se descrevem, os casos que se relatam, tudo isto constitui o âmago do Internato. A sua verdadeira essência”, diz Ricardina Barroso, coordenadora do Internato da Zona Sul.

O mesmo sucede com o tema escolhido pelos internos, para uma discussão final que, nesta edição, vai incidir na “gestão positiva da mudança”, partindo do pressuposto que” é por esse meio que se podem canalizar talentos, forças e capacidades das pessoas para se atingirem resultados produtivos, éticos e sustentáveis”. Aliás, como referem os organizadores do Espaço Interno, é a mudança “que nos permite sair da rotina, nos estimula a evoluir, a atingir as metas que queremos alcançar e descobrir novas potencialidades”.

 

Leia Também

APMGF defende alterações na política direcionada para os CSP

DGS realiza encontro via Facebook para debater doenças respiratórias

Três novas vacinas serão integradas no PNV em 2019

Recentes

Menu