Gerais
0

Internos e jovens especialistas consagram Consolação como local de saber

Escola de Outono APMGF 2015:

Terminou no passado dia 21 de novembro, com enorme adesão e sucesso, a Escola de Outono de Medicina Geral e Familiar da APMGF, no Hotel Atlântico Golfe, na Consolação (Peniche).

A Escola contou com aproximadamente 200 participantes e cerca de 30 formadores, revelando-se mais uma vez como um momento único de formação especializada e contínua quer para os internos da especialidade, quer para especialistas no ativo.


     


Foram desenvolvidos seis cursos, a saber: Atualização em Doenças Cardiovasculares, Promoção da Saúde Mental em Cuidados de Saúde Primários, Atualização e Treino em Doenças Respiratórias, Reumatologia em Medicina Geral e Familiar, Aconselhamento em Alcoologia e Atualização em Neurologia. A generalidade destes cursos atingiu com grande rapidez o número máximo de inscrições (30 vagas), o que significa que mais uma vez as Escolas da APMGF demonstraram o seu enorme apelo junto dos profissionais, em particular dos colegas que realizam o seu internato.

Reunião de quadros debateu horizonte 20-20

Também na Consolação e no dia em que a Escola se finalizava, realizou-se a reunião de quadros da Associação. Tratou-se de um encontro durante o qual foram discutidas as atuais prioridades de ação associativas, mas também as perspetivas que se apresentam para a Medicina Geral e Familiar e para os Cuidados de Saúde Primários no horizonte 20-20, ou seja, a partir do ano de 2020. Em linha, aliás, com o lema eleito para o próximo Encontro Nacional que se realizará em março de 2016, “MGF 20-20: Um futuro, uma odisseia…”. Durante esta reunião, assumiram particular relevância a necessidade de o país reenquadrar o contexto de ingresso de novos estudantes nas escolas médicas e de internos no internato médico e a necessidade de aperfeiçoar e homogeneizar a nível nacional o sistema de avaliação no âmbito do internato de MGF.


     


Abordaram-se, também, eventuais estratégias que a APMGF poderá e deverá adotar para conseguir que o poder político seja mais sensível às propostas e ideias dos médicos de família portugueses e a urgência de dinamizar os núcleos temáticos da Associação, que constituem a base da produção científica e de conhecimento da APMGF. Diga-se, a este propósito, que na reunião de quadros participaram já os três membros fundadores do novo Núcleo de Nutrição e Exercício Físico, Tânia Martins, Marisa Barros e Pedro Prata.

O Núcleo não perdeu muito tempo e tratou logo de dar a conhecer ao que vinha, organizando num dos intervalos da reunião uma breve caminhada em torno da unidade hoteleira. Fica, pois, a mensagem de fundo: todos a mexer!

Leia Também

Internos e jovens MF europeus conhecem APMGF e realidade portuguesa

APMGF e LiveMed apuram detalhes sobre o Programa AAP 2018

GesPal organiza cursos sobre controlo sintomático em cuidados paliativos

Recentes

Menu