Gerais
0

Mais de um terço dos portugueses acima dos 65 anos já estão vacinados contra a gripe sazonal

Segundo dados da 8ª Edição do Vacinómetro:

Até ao dia 18 de outubro, 37,2% dos portugueses com 65 ou mais anos de idade já tinham sido vacinados contra a gripe sazonal, de acordo com os resultados apurados pela primeira avaliação da 8ª edição do projeto Vacinómetro.

Já a taxa de vacinação na faixa etária entre os 60 e os 64 anos de idade era de 17,4%. No que respeita à vacinação dos indivíduos portadores de doenças crónicas, a taxa aferida é de 33,2% e ao nível da vacinação dos profissionais de saúde em contacto com doentes, esta abrange 20,9% daquele universo. No total da amostra populacional estudada, somente 27,2% haviam sido vacinados até ao momento da auscultação. Olhando para o historial de vacinação dos inquiridos, é possível perceber que entre os vacinados 81,4% já recebera a vacina no passado, enquanto 18,6% viram a mesma ser administrada pela primeira vez.

Quanto ao local onde as pessoas são vacinadas o contexto apurado reforça a tendência verificada em campanhas anteriores, com um enorme peso dos serviços de saúde de proximidade no esforço vacinal. De facto, segundo os dados do Vacinómetro agora revelados 73,1% dos portugueses integrados na amostra (excluindo profissionais de saúde em contacto com doentes) receberam a sua vacina gratuitamente em unidades dos cuidados de saúde primários e apenas 25,6% adquiriram-na numa farmácia. No grupo dos indivíduos com 65 ou mais anos de idade, 84,6% receberam a vacina nos centros de saúde. É importante mencionar, contudo, que no grupo dos indivíduos com 60 a 64 anos de idade a realidade é bem distinta, uma vez que 70,8% dos inquiridos obtiveram acesso às vacinas através das farmácias. Os responsáveis pelo projeto estimam que, entre a população de vacinação recomendada que ainda não se vacinou, tenham intenção de ainda se vacinar 42,4% dos indivíduos.

De recordar que o projeto Vacinómetro (desenvolvido pelo oitavo ano consecutivo pela Sociedade Portuguesa de Pneumologia – SPP – e a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar – APMGF – com o apoio da Sanofi Pasteur MSD – SPMSD) tem como objetivo monitorizar a cobertura vacinal contra o vírus da gripe junto dos indivíduos pertencentes aos grupos recomendados e a grupos de vacinação prioritária, indicados pela Direção-Geral da Saúde. As informações divulgadas foram recolhidas através de inquéritos telefónicos efetuados junto de uma amostra de 1500 indivíduos.

Leia Também

Nuno Basílio e Cristiano Figueiredo recebem Prémios Junior Researcher Award e Hippokrates

Doutoramento em Investigação Clínica e Serviços de Saúde

Relatório de auditoria promovida pelo Tribunal de Contas apresenta graves incorreções

Recentes

Menu