Gerais
0

Ordem dos Médicos vai avançar com orientações de boas práticas

Tempos padrão para consultas, por especialidade:

De acordo com o seu bastonário, Miguel Guimarães, a Ordem dos Médicos (OM) irá a breve trecho definir tempos padrão para consultas, por especialidade, a serem cumpridos nos serviços públicos e privados de saúde, com o intuito último de melhorar a relação médico/doente.

“A definição das boas práticas médicas é uma atribuição da OM. Nesta perspetiva, é óbvio que a Ordem vai definir o que são as boas práticas, que terão de ser cumpridas no serviço público e privado. Vamos definir com bom senso, colégio a colégio, com base também no que são os indicadores internacionais”, explicou à agência Lusa Miguel Guimarães.

Assim, os tempos padrão para as consultas serão definidos de acordo com cada especialidade, sendo também expectável que haja em paralelo uma definição clara de um mínimo de intervalo entre a marcação de cada consulta, de forma a garantir que os médicos dispõem de tempo para estarem com os doentes.

Miguel Guimarães reconhece, ainda, que na Medicina Geral e Familiar a escassez de tempo com o doente é particularmente complicada, porque os médicos de família abarcam um conjunto vasto de conselhos ao doente e de cuidados.

Leia Também

Clube Leitura APMGF

Reflexões sobre a abordagem médica – cortesia de Tolstoi – na primeira sessão do Clube Leitura APMGF

Semana do Médico de Família na Região Centro

SRC da OM e APMGF unem-se para celebrar a Semana do Médico de Família

Comunicado – Médicos de família penalizados quando acompanham mulheres que optam por interrupção voluntária da gravidez

Recentes

Menu