Gerais
0

Os melhores trabalhos receberam o devido reconhecimento

13º ENIJMF

Na senda da tradição dos eventos da APMGF, a cerimónia de encerramento do 13º ENIJMF foi a ocasião escolhida para a entrega dos prémios aos melhores trabalhos científicos submetidos à organização.

Assim, nas comunicações orais e na categoria de Avaliação e Melhoria da Qualidade, o júri atribuiu o 1º prémio ao trabalho “Nódulo da tiróide: diagnóstico, orientação e vigilância”, de Leandro Fabião, entregando uma menção honrosa ao trabalho “Avaliação e melhoria da qualidade do registo das características sociodemográficas dos utentes”, da autoria de Joana Magalhães, Tatiana Consciência, Natália Rybak, Inês Andrade e Inês Mendes. Já nos Temas de Revisão foi entregue um prémio em ex-aequo a “IECA ou ARA – qual a evidência na mortalidade em diabéticos”, de Paula Mendes e Vítor Cardoso e a “Erradicação de Helicobater Pylori – fim de linha para a terapêutica tripla standard?”, realizado por António Silva, Dina Novais Fernandes, Adriana Miranda, Luís Sousa e Pedro Costa.


     


No que respeita à categoria de Investigação, foi distinguido com o 1ª prémio o trabalho “Aleitamento materno no Alentejo Central: prevalência e fatores condicionantes”, desenhado por Marta Lopes, David Rodrigues, Teresa Pereira-Leite, Nídia Nunes, Susana Grilo Lourenço, Nuno Páscoa, Pedro Gabriel, Rui Fonseca, Vanda Silva, Ana Nabais, Iolanda Marques, Bruno Gonçalves, Ana Alegria, Joana Leme, Aissatu Eubalo, Viktoriia Vinagre, Nuno Piteira e Susana Baptista. Na mesma categoria foi também entregue a menção honrosa “Perfil do médico sentinela”, da autoria de Catarina Oliveira, Joana Magalhães e Ana Paula Rodrigues. O 1º prémio na categoria de Relato de Caso coube a Nuno Perisco, graças ao trabalho “A importância da consulta domiciliária na avaliação da sobrecarga do cuidador: caso clínico”.

Por último, realce para os dois trabalhos que receberam, em ex-aequo, o 1º prémio para o melhor poster: “Estamos a tratá-los bem?”, de Rosa Leonardo Costa, Ana Catarina Maia, Elena Diosdado, Yaroslava Shchglova e Constança Dias e “Suplementação de vitamina D para além do ano de idade? Revisão baseada na evidência”, cujos autores são Ângela Alves, Pedro Coutinho, Ana Marques Silva e Joana Castanheira.

Leia Também

Problemáticas associadas ao sono e uso abusivo de BZP vão estar na berlinda

Projeto de investigação português entre os premiados

APMGF apresenta monografia e abre discussão sobre temática essencial para os CSP

Recentes

Menu