Gerais
0

Pedro Jóia encerrará o 33º Encontro Nacional

Já está confirmado:

O músico e guitarrista Pedro Jóia vai estar presente no encerramento do 33º Encontro Nacional, no próximo dia 5 de março, no Centro de Congressos do Estoril. Em perspetiva um momento cultural e lúdico que encerrará com chave de ouro o evento.

Pedro Jóia começou a tocar guitarra aos sete anos. Aos catorze entrou para o Conservatório Nacional de Música e dois anos mais tarde começou os seus estudos de Flamenco com Paco Peña, Gerardo Nuñez e Manolo Sanlúcar com quem seguiria os estudos durante os nove anos seguintes. Entretanto, inicia a sua atividade profissional (com dezanove anos), tocando como solista e com diferentes formações na Europa, Ásia, América do Sul e África.

Compõe regularmente para teatro e cinema e editou cinco CDs em nome próprio. Entre 1997 e 2003 leciona na Universidade de Évora. Nos quatro anos seguintes vive no Brasil onde toca regularmente com Ney Matogrosso, Yamandú Costa e Gilberto Gil entre muitos outros. Em 2008, recebe o prémio “Carlos Paredes” pelo seu álbum “À espera de Armandinho”.

Em 2011, começa uma estreita colaboração com os mais promissores nomes do novo Fado, como Raquel Tavares e Ricardo Ribeiro, procurando novas abordagens musicais para o Fado Tradicional. Desde 2012, integra o grupo da cantora Mariza, combinando esta atividade com os seus projetos pessoais.

Leia Também

Vacinação contra a gripe já abrange mais de metade dos portugueses acima dos 65 anos

Assimetrias regionais exigem reflexão

OM quer auditoria independente às condições de formação nos internatos

Recentes

Menu