Gerais
0

Premiada a excelência dos trabalhos científicos

19º CN – Comunicações livres e pósteres

Foram 13 os prémios e menções honrosas entregues pela APMGF aos melhores trabalhos científicos apresentados no decurso do 19º Congresso Nacional de MGF.

Nas comunicações orais, e na categoria de Investigação, foi premiado o trabalho “Prescrição de fármacos em idade pediátrica nos cuidados de saúde primários – Realidade de 5 Unidades Funcionais”, da autoria de Rita Mendes, Ana Breu, Bernardo Gomes, Carlos Pedro Mendes, Célia Silva e Lia Beleza, das USF S. João, USF Nordeste, USP ACES Entre Douro e Vouga I, USF Salvador Machado e USF Vale do Vouga.


     


Na categoria de Temas de Revisão, o júri decidiu atribuir duas menções honrosas a Marta Martins e Filipa Costa, da UCSP Chaves II, pelo seu trabalho sobre “Cronoterapêutica na hipertensão arterial e redução do risco cardiovascular: quimera ou realidade?” e ainda a Raquel Barradas, Helena Martins, Joana Tavares, Ana Miranda e Ângela Neves, da ULS Matosinhos – USF Lagoa, pelo trabalho relativo ao “Uso de mucolíticos em adultos e crianças com infeções respiratórias agudas sem doença pulmonar crónica – Qual a evidência?”.

Na categoria de Melhoria Contínua da Qualidade, foi premiado o trabalho de Maria Afonso, Luís Sousa, Ana Peixoto, André Lourenço, Aníbal Martins, Catarina Miranda, Maria Margarida Alves Moreira e Rute Mota, das USF Corino de Andrade, USP ACES Grande Porto VIII, USF do Mar, USF Modivas, USF Santa Clara e USF Ondas, respetivamente, pela sua investigação sobre “Requisição de análise sumária de urina em adultos assintomáticos – estudo intervencional de melhoria contínua da qualidade”.


     


Nesta categoria, o júri atribuiu também duas menções honrosas aos trabalhos “Consumo de benzodiazepinas numa população geriátrica – Avaliação e melhoria contínua da qualidade”, de Ana Filipa Vilaça, Inês Esteves e André Fernandes (USF Manuel Rocha Peixoto), e “Avaliação e melhoria contínua da qualidade no acompanhamento da dislipidemia numa população diabética”, de Ema Massa, Ana Martins, Maria Teresa Furtuoso e Felisberta Leal (UCSP Cantanhede).

Na categoria de Relatos de Caso, foram atribuídos dois prémios ex-aqueo aos trabalhos de Ana Rita de Jesus Lopes Ferreira, Maria de Lurdes Pereira (USF Santiago) sobre “O rótulo da depressão – Um caso de síndrome de Guillain-Barré”, e Mara Silva (USF Famílias) pela sua investigação intitulada “Medicina Geral e Familiar: utente como um todo”.

Pósteres premiados em quatro categorias

Pela primeira vez, a APMGF decidiu atribuir prémios aos melhores pósteres em várias categorias. Assim, na categoria de Avaliação e Melhoria Contínua da Qualidade, o júri distinguiu o trabalho de Cátia Brites, Ana Catarina Pinto, Susana Vieira e Andreia Priscila Araújo (USF do Parque) pelo trabalho apresentado sobre “Avaliação e melhoria da qualidade na consulta ao adolescente”.

Na categoria de Relato de Caso, foi premiado o póster sobre “Trombofilía hereditária: um caso, várias questões”, da autoria de Ricardo Peixoto Lima e Maria Margarida Alves Moreira.

Na categoria de Investigação, o júri distinguiu Eliana Bonifácio, Inês Leite da Silva, Maria João Marques, Rita Leal e Sandra Madaíl (USF Santa Joana) pela “Avaliação do protocolo de automedicação da pressão arterial numa unidade de saúde”.

Na categoria de Revisão de Temas, o prémio coube a Marta Lopes, Patrícia Reis, David Neves, Telma Gameiro, Melinda Pereira, Catarina Magalhães e Joana Silva Abreu (USF Carnide Quer, USF das Conchas, UCSP Alvalade e USF Tílias) pela investigação realizada sobre “Hematúria microscópica – Abordagem no âmbito dos Cuidados de Saúde Primários”. O júri decidiu ainda distinguir o trabalho de Sara Figueira e Mariana Diaz, intitulado “Suplementação pré-concecional com ácido fólico no homem – Qual a evidência?”, com uma menção honrosa.

Neuropatia diabética recebe Bolsa de investigação da Tecnifar

Nesta sessão de entrega de prémios, foi também conhecido o trabalho premiado com a Bolsa de Investigação Clínica nas Unidades de Saúde Familiar, atribuída pela Tecnifar: “Rastreio da Neuropatia Diabética – Exame do Pé vs Eletromiografia”, da autoria de Fátima Dinis, Alexandra Azevedo, Ana Margarida Menezes, Ana Teresa Fernandes, Elisabete Alves, Filipe Neves, Maria João Macedo e Raquel Castro, das USF Ronfe e USF Amorosa XXI.


     


A APMGF decidiu ainda atribuir prémios (14 no total) aos médicos de família e internos da especialidade presentes no 19º Congresso Nacional e que participaram nas ações de rua do Dia Mundial do Médico de Família, realizado no passado dia 15 de setembro, identificados nas fotos selecionadas para serem transmitidas durante o decurso do Congresso.

Por último, é de salientar o sorteio de um voucher para duas pessoas no Hotel Termas da Felgueira, incluindo uma série de tratamentos nas termas, cujo vencedor foi Ana Patrícia Lopes.

Leia Também

Peça o seu exemplar!

Apresentação Pública do Ler+ dá Saúde

Lançado livro inédito sobre patologia da coluna vertebral

Recentes

Menu