GeraisInternacional & Cooperação
0

Sociedade Portuguesa de Pediatria inaugura nova sede em Lisboa

Com a melhoria da formação e da informação em mente

A Sociedade Portuguesa de Pediatria (SPP) acaba de inaugurar oficialmente a sua nova sede, localizada na zona oriental de Lisboa. Trata-se de um espaço com aproximadamente 300 m2, uma área bem superior à que se encontrava disponível na antiga sede (a qual apresentava somente perto de 60m2). Em perspetiva, portanto, um salto qualitativo ao nível das condições de que a SPP gozará para intervir ativamente junto dos seus sócios, da comunidade dos profissionais de saúde e dos portugueses em geral.

As instalações estão dotadas de salas com múltiplas finalidades, desde administrativas a formativas, assumindo-se, desde já, como um ponto de encontro natural para os pediatras nacionais.

Neste momento marcante para a SPP, Teresa Bandeira (a sua atual presidente) acentua a viragem que as novas instalações podem representar face ao passado: “a nova sede da Sociedade Portuguesa de Pediatria será um espaço de convergência – para profissionais de saúde e desejavelmente aberto à comunidade. Será um local privilegiado de formação (que não possuíamos até hoje) e que tentaremos que seja acolhedor. Por último, será ainda um espaço de informação. Sei que é algo de ambicioso, mas de facto gostaríamos de ter aqui pessoas que não são profissionais de saúde e que connosco pudessem partilhar conceitos fundamentais em saúde da Criança, disseminando-os depois na sua comunidade. Neste contexto, os profissionais de saúde (pediatras, médicos de família, cirurgiões pediátricos, enfermeiros, terapeutas e outros profissionais das tecnologias superiores de saúde) poderão interagir entre si e com as crianças e respetivas famílias, através de diversos tipos de eventos, de que são exemplo cursos especializados, conversas ou palestras”.

Durante a jornada inaugural da sede, várias foram as personalidades de relevo que passaram pelas novas instalações. Para além de antigos dirigentes da SPP que ali se deslocaram para conhecer o novo espaço, realce para a presença de Bárbara Menezes – coordenadora do Programa Nacional de Saúde Infantil e Juvenil – que participou num painel sobre a temática “Os cuidados de saúde à criança na última década”, em conjunto com Libério Ribeiro (presidente da SPP entre 2004 e 2006), António Guerra (presidente da SPP entre 2013 e 2015), Manuel Magalhães (coordenador do Grupo de Internos de Pediatria da SPP) e Fernanda Rodrigues (vice-presidente da SPP também entre 2013 e 2015).


     


Rita Espanha (Centro de Investigação e Estudos de Sociologia – CIES) proferiu uma palestra intitulada “Literacia em saúde: informação e construção de autonomia” e a tarde histórica para a SPP fechou-se com um segundo painel de debate centrado nos “Protocolos para o futuro”. Aqui foi aflorado o recente protocolo de cooperação firmado entre a SPP e a APMGF, tendo a Associação sido representada na ocasião pelo secretário da direção Nuno Jacinto, que reforçou a ligação muito forte e próxima que sempre existiu entre as duas especialidades clínicas (MGF e Pediatria) e que deverá continuar a ser alimentada por ambas as partes. Sublinhe-se, ainda, a participação neste ato solene de Francisco George (diretor-geral da Saúde), de Graça Freitas (subdiretora-geral da Saúde) e de Jorge Saraiva (presidente da Comissão Nacional da Saúde Materna, da Criança e do Adolescente).

Antes de assinar com Teresa Bandeira um protocolo institucional que permitirá às duas entidades (SPP e DGS) reunirem esforços em iniciativas promotoras da saúde da criança no nosso país, Francisco George deixou a promessa de que a DGS “levará em linha de conta todos os contributos dados pela SPP” no âmbito do processo público de recolha de opiniões relacionado com a legislação para a proteção dos cidadãos em que a DGS se encontra, neste momento, a trabalhar.

Leia Também

Sessão «Fígado em análise» no 20º ENIJMF

O fígado reclama atenção no 20º Encontro Nacional de Internos e Jovens MF

Entrevista Dra. Ana Luísa Pereira

Entrevista realizada na 27ª Conferência Europeia da WONCA pela colega Ana Luísa Pereira

Entrevista da Dra. Catarina Capella

Entrevista realizada na 27ª Conferência Europeia da WONCA pela colega Catarina Capella

Recentes

Menu