GeraisIndústria
0

Consumo de água é ainda deficitário entre a população portuguesa

Campanha «Água – A Nova Mega Bebida»

Apesar de em “Portugal estar assegurado o acesso dos cidadãos a água com qualidade” nas redes públicas de abastecimento e da existência de “excelentes águas minerais”, “o consumo de água é hoje claramente deficitário e subestimado”, declarou Graça Freitas, Diretora-geral da Saúde na apresentação da campanha «Água – A Nova Mega Bebida», promovida pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e a Associação Portuguesa dos Industriais de Águas Minerais Naturais e de Nascente (APIAM).

A mesma dirigente alertou para o facto de “os mais novos desde muito cedo na vida se habituarem a substituir a água por bebidas açucaradas”, tendência que é necessário combater de forma inteligente, por via não só de iniciativas de sensibilização com o apoio dos media de massa, mas também através dos sistemas educativo e de saúde. Já no caso dos idosos, as dificuldades são de outra ordem, lembra Graça Freitas: “muitas vezes, os mais idosos não têm a sensação de sede, o que os leva a não consumir água nas quantidades adequadas”. Por outro lado, a Diretora-geral da Saúde sublinha que os profissionais de saúde devem “enfatizar os riscos da não ingestão de água” ou da substituição deste elemento nutricional básico, “fator protetor da nossa saúde e bem-estar”, por bebidas açucaradas ou alcoólicas.

Na ocasião do lançamento desta campanha nacional, as duas entidades (DGS e APIAM) assinaram um protocolo que visa estimular maior consumo de água entre a população portuguesa.

Leia Também

Debate Dia Mundial MF 2022

Condições de trabalho, remuneração e contratação de MF têm de ser revistas

Presidente da APMGF analaisa contexto da MGF em Portugal

Presidente da APMGF analisa contexto atual da MGF no nosso país

Webinar Contratualização Diferido

Aceda ao webinar sobre a contratualização em diferido

Recentes

Menu