Política de saúde
0

Declaração de Astana substitui a de Alma-Ata e reforça papel dos cuidados de saúde primários

Conferência Mundial da OMS:

Volvidos
40 anos sobre a histórica conferência e Declaração de Alma-Ata,
que colocou os cuidados de saúde primários no centro das políticas
de saúde a nível mundial, a Organização Mundial de Saúde (OMS)
regressa ao Cazaquistão, desta vez à capital Astana, a 25 e 26 de
outubro de 2018,
para levar a cabo (em parceria com o governo cazaque e a UNICEF) a
Conferência Global sobre Cuidados Primários. Este regresso tem como
intenção primordial renovar o compromisso com os cuidados de saúde
primários e a cobertura universal de cuidados de saúde, bem como
dar um empurrão definitivo para se alcançarem os Objetivos de
Desenvolvimento Sustentável 2030. Desta
iniciativa sai a Declaração
de Astana
, um documento chave para entender de que forma devem
estar organizados os sistemas de saúde e a prestação de cuidados
de proximidade.

A
médica de família e membro da Direção Nacional da Associação
Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), Ana Barata, vai
proferir uma comunicação nesta
conferência mundial.

A
jovem médica de família portuguesa foi convidada pela OMS para
integrar o painel da sessão “Disrupting
technology in healthcare
”,
uma oportunidade para discutir novas oportunidades tecnológicas com
vista a desenvolver os cuidados de saúde primários e como estes se
podem adaptar ao novo paradigma de sofisticação tecnológica, sem
deixar de responder com qualidade às necessidades das populações.

“Trata-se
de um evento mundial, onde estarão presentes todos os líderes
políticos relacionados com a saúde e no qual será reforçada a
importância dos cuidados de saúde primários, através
da aprovação
de
nova declaração. Esperemos que este facto seja impulsionador do
desenvolvimento da
especialidade clínica de Medicina
Geral e Familiar à escala global”,
afirma Ana Barata.

Leia Também

Artur Vaz

José Robalo anuncia criação de projetos piloto na área da integração de cuidados

É essencial um reforço do acesso aos CSP para crianças e jovens

Recentes

Menu