Gerais
0

OM coloca as suas propostas em consulta e discussão pública

Tempos padrão para consultas

O Conselho Nacional da Ordem dos Médicos colocou em consulta pública (durante 30 dias) o documento «Tempos padrão para as consultas médicas», criado em colaboração com os diversos Colégios das Especialidades e Competências e com as Secções de Subespecialidade da Ordem dos Médicos. A ideia é a de estimular a reflexão e debate sobre as condições razoáveis de tempo em consulta, em benefício do trabalho dos profissionais e da saúde dos utentes.

No que respeita à Medicina Geral e Familiar, o documento propõe para a saúde do adulto, por exemplo, 30 a 45 minutos para uma 1ª consulta, 20 a 30 minutos para consultas subsequentes em que decorreram menos de 12 meses da última marcação e 15 a 20 minutos para consulta por doença aguda.

De acordo com o bastonário da OM, Miguel Guimarães, “neste momento temos um grande problema no país e no SNS: a pressão que existe da parte do poder político para serem apresentados números é muito grande. É por isso mesmo que se permite que em algumas unidades de saúde sejam marcados atos com os doentes em tempos perfeitamente inaceitáveis. Obviamente, os doentes e os médicos sentem isto e com este documento estamos a dar um passo importante para proteger o tempo que as pessoas devem ter para estabelecerem empatia e conseguirem fazer melhor e, sobretudo, para que exista mais qualidade na Medicina praticada entre nós”.

Em
comunicado, a Direção Nacional da APMGF garante que o assunto
abordado neste documento da OM é muito importante e “tem muito a
ver com a posição da APMGF sobre a necessidade de redimensionamento
das listas de utentes dos médicos de família, tendo em conta os
contextos de exercício. As listas de utentes sobre-dimensionadas
diminuem o acesso à consulta e diminuem o tempo de consulta
disponível, o que pode originar constrangimentos no desempenho da
atividades médica e no rigor da prestação de cuidados de saúde.
Solicitamos aos colegas que nos enviem comentários sobre esta
matéria tão importante na vida do médico de família”.

Consulte o documento «Tempos padrão para as consultas médicas».

Leia Também

Escola de Outono reuniu 145 formandos

Projeto “Médico de Família, o mais próximo de mim” quer conhecer a sua experiência de proximidade

Fórum D. 2015 aborda propriedades multisistémicas da vitamina D

Recentes

Menu