Gerais
0

Procuram-se boas experiências para replicar

Prémio de Boas Práticas em Saúde

Estão abertas as candidaturas à 13ª edição do Prémio de Boas Práticas em Saúde (PBPS), uma organização conjunta entre a Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar (APDH), a Direção-Geral da Saúde, a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) e as Administrações Regionais de Saúde (ARS), com a colaboração efetiva das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores. O período de submissão de candidaturas termina a 12 de abril de 2019. Pode submeter a sua proposta no site oficial da iniciativa, em
www.boaspraticasemsaude.com.

Este prémio tem como principal objetivo dar a conhecer exemplos de boas práticas, com vista à sua replicação futura, na senda da melhoria do desempenho do Serviço Nacional de Saúde e do sistema de saúde como um todo.

Esta 13.ª edição do Prémio de Boas Práticas em Saúde surge associada à temática da “Universalidade e Sustentabilidade”, com foco em subtemas como o acesso a cuidados face a grupos vulneráveis e de risco, o acesso face à multiculturalidade, serviços de saúde resilientes e práticas de governação para a sustentabilidade.

A Comissão de Honra do Prémio de Boas Práticas em Saúde vai integrar este ano vários especialistas em MGF, nomeadamente o presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, Rui Nogueira, o presidente da ARS de Lisboa e Vale do Tejo, Luís Pisco, o presidente da ARS do Norte, Carlos Nunes e o presidente da ARS do Algarve, Paulo Morgado. Na comissão organizadora estão também duas representantes da MGF (Cristina Ribeiro – DGS – e Violeta Pimpão – ARSLVT) e na comissão científica o médico de família Rui Lourenço.

Cronograma da 13ª edição do Prémio de Boas Práticas em Saúde

Receção e validação das candidaturas: 19 de março a 12 de abril de 2019

Pré-seleção: 15 abril a 26 de abril de 2019

Avaliação científica: 6 de maio a 5 de julho de 2019

Comunicação de resultados: Até 30 de setembro de 2019

Encontro da 13.ª Edição do Prémio de Boas Práticas em Saúde: 21 de novembro de 2019

Leia Também

Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar aposta na acessibilidade

Assembleia da República aprova regulamentação do uso de canábis para fins medicinais

Informação aos sócios

Recentes

Menu