Gerais
0

CIMF condena violência e instabilidade na América Latina

Em comunicado oficial

O Comité Executivo da Confederação Ibero-americana de Medicina de Família (CIMF), associação regional da Organização Mundial de Associações e Colégios de Medicina de Família (WONCA), emitiu um comunicado oficial no qual condena os atos de violência e intimidação que têm ocorrido em várias cidades sul-americanas, nomeadamente no Equador, Chile e Bolívia.

Aquele órgão dirigente da CIMF expressa no comunicado a “sua máxima solidariedade com os povos iberoamericanos que vem sofrendo nestes dias com a violência das armas e a destruição decorrente dos enfrentamentos. Particularmente queremos transmitir a mensagem de alento e respaldo a todo(a)s o(a)s profissionais e residentes de medicina de família e comunidade que em todos os países assumem com vigor o seu trabalho nestas condições, que lhes exige como profissionais e como cidadãos, pois sabemos que fazem seu melhor, ainda que repletos de dor e indignação”. Pode consultar na íntegra o comunicado
oficial da CIMF
.

Leia Também

Contratação de MF em destaque no programa «Sociedade Civil»

Simpósio aborda hepatites víricas B e C

Uma entrada em grande na “casa” dos médicos de família!

Recentes

Menu