PNV passa a integrar vacinas contra Meningite B, rotavírus e HPV para os rapazes

As vacinas contra a Meningite B, o rotavírus e vírus do Papiloma humano (HPV) para os rapazes vão passar a integrar o esquema vacinal recomendado no Programa Nacional de Vacinação (PNV), segundo determinação do Despacho n.º 12434/2019, assinado pelo secretário de Estado da Saúde, António Sales e publicado hoje (30 de dezembro de 2019) em Diário da República. Estas alterações surgem através de proposta da Direção-Geral da Saúde e ouvida a Comissão Técnica de Vacinação.

Desta forma, o novo esquema vacinal deverá garantir o alargamento “ao sexo masculino, aos 10 anos de idade, da vacinação contra infeções por vírus do Papiloma humano (vacina HPV), incluindo os genótipos causadores de condilomas ano-genitais”, bem como o “alargamento a todas as crianças, aos 2, 4 e 12 meses de idade, da vacinação contra doença invasiva por Neisseria meningitidis do grupo B (vacina MenB)”. O PNV passa também a “incluir a vacina contra rotavírus (vacina Rota) para grupos de risco, a definir em Norma da Direção-Geral da Saúde”.

A APMGF apoia as alterações introduzidas agora no Programa Nacional de Vacinação (PNV) e continuará a pugnar pela maior abrangência e melhor acesso possíveis ao PNV, pilar inegável do sucesso do Serviço Nacional de Saúde. Pode consultar na íntegra o Despacho n.º 12434/2019.

Leia Também

Debate Dia Mundial MF 2022

Condições de trabalho, remuneração e contratação de MF têm de ser revistas

Presidente da APMGF analaisa contexto da MGF em Portugal

Presidente da APMGF analisa contexto atual da MGF no nosso país

Webinar Contratualização Diferido

Aceda ao webinar sobre a contratualização em diferido

Recentes

Menu