AssociaçãoCuidados de Saúde Primários
0

Lista Ser APMGF vence eleições para o triénio 2021-2023

A lista Ser APMGF foi a mais votada nas eleições para os Órgãos Nacionais da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) realizadas neste sábado (21 de novembro), com 283 votos para a Direção Nacional, 277 para o Conselho Fiscal e 284 para a Mesa da Assembleia Geral. A lista concorrente, intitulada Nova APMGF, recolheu 218 votos para a Direção Nacional, 223 votos para o Conselho Fiscal e 217 votos para a Mesa da Assembleia Geral.

A Associação terá, assim, nos próximos três anos à frente da Direção Nacional Nuno Jacinto (presidente), acompanhado por Paula Broeiro, Susete Simões e António Luz Pereira (vice-presidentes), Nina Monteiro (secretário), Gil Lopes (tesoureiro), Maria Conceição Outeirinho (vogal), Mário Santos (vogal), Denise Velho (vogal), Ana Margarida Cruz (suplente), Clara Jasmins (suplente), Vera Pires da Silva (suplente), André Reis (suplente), Carlos Mestre (suplente), Carina Ferreira (suplente), Inês Rosendo (suplente) e Joana Romeira Torres (suplente).

O presidente da Mesa da Assembleia Geral será José Mendes Nunes, secundado por Teresa Pascoal (primeiro-secretário), Rubina Correia (segundo secretário), Nuno Basílio (suplente) e José Machado Nunes (suplente). Já o Conselho Fiscal será constituído por Ana Castro Pereira (presidente), Edgar Vaz (primeiro-secretário), Maria Clara Ferreira (segundo-secretário), Miguel Ornelas Azevedo (suplente) e Catarina Bica (suplente).

“É, para nós, motivo de alegria e de um grande orgulho a vitória nestas eleições, para além de um privilégio conseguirmos chegar à Direção Nacional da APMGF. Temos, agora, uma responsabilidade enorme perante os sócios que nos atribuíram esta tarefa e perante todos os médicos de família, de dignificar a nossa especialidade e a nossa Associação, em particular”, garante Nuno Jacinto. O presidente eleito da APMGF fez ainda questão de deixar algumas notas de reconhecimento: “agradeço o empenho de todos quantos estiveram envolvidos neste processo eleitoral, não apenas das pessoas da minha lista, mas também das que participaram na Lista Nova APMGF. Quero, também, deixar uma palavra de agradecimento ao Dr. Rui Nogueira, pelas ideias que apresentou, pelo trabalho que fez ao longo dos últimos anos e pelos tempos que passámos na Direção Nacional”.

Os desafios que se colocam à APMGF até 2023 são, no entender de Nuno Jacinto, imensos e complexos, mas não assustam o grupo de sócios que assumirá as rédeas da organização: “estamos cheios de vontade, ideias e força para trabalhar, queremos fazê-lo o mais depressa possível e envolver todos os colegas que estejam disponíveis para colaborar connosco. Por isso, temos a certeza de que vamos levar esta missão a bom porto!”.

De norte a sul, passando pelas ilhas, a Associação escolhe representantes locais

Em paralelo às eleições para os Órgãos Nacionais, realizaram-se também atos eleitorais para as delegações distritais e regionais. Na Delegação Regional da Madeira, a única lista candidata recolheu 15 votos a favor. Desta forma, a delegada regional será Joana Quintal, que contará com o apoio dos vogais Francisco Macedo e Luísa Maia e da suplente Graciela Andrade. Nos Açores, a delegada regional eleita é Tatiana Antunes, numa lista que obteve 28 votos e que inclui também André Amaral (vogal), Isabel Sousa Martins (vogal), Maria Teresa Silva (vogal), Vanessa Amaral (vogal), Marta Borges (suplente) e Sara Trigo (suplente).

Já no território continental, à frente da Delegação Distrital de Bragança ficará Raquel Meireles, cuja candidatura obteve 13 votos a favor e integra ainda Filipa Faria (vogal), Luís Miguel Nazaré Pereira (vogal), Vânia Diz (suplente), Joana Freire (suplente) e Manuel Gonçalves (suplente). Em Évora, a lista candidata ao sufrágio congregou 20 votos a favor e é liderada por Helena Gonçalves (delegada distrital). Os restantes membros da delegação serão Helena Chantre (vogal), Solange Gomes (vogal), João António Marques (suplente) e David Manuel Rodrigues (suplente).

Para a Delegação Distrital de Faro foram eleitos, com 9 votos a favor, Daniela Emílio (delegada distrital), Joana Veloso (vogal), Filipa Henriques da Silva (vogal) e Igor Glória (suplente). Em Viana do Castelo, a delegada distrital continuará a ser Sofia Azevedo, à frente de uma equipa que engloba os colegas Maria de Lurdes de Matos (vogal), André Carvalho (vogal), Cristina Lima Alves (suplente) e Daniela Alves (suplente). Esta lista obteve 18 votos no Alto Minho. A APMGF volta também a ter uma delegação distrital ativa em Viseu, onde a única lista candidata conseguiu alcançar 29 votos. Neste distrito do centro do país a delegada distrital será Carla Moreira, os vogais Maria João Pinheiro e Tiago Sanches e os suplentes José Varandas e Inês Carvalho Santos.

 

Leia Também

GENEF abordou alimentação vegetariana no 36º EN

Bem vindos à melhor especialidade do mundo

GesPal organiza cursos sobre controlo sintomático em cuidados paliativos

Recentes

Menu