19º ENIJMF pautou-se por grande adesão e interatividade

O 19º Encontro Nacional de Internos e Jovens Médicos Família (ENIJMF), realizado pela Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar entre 19 e 21 de maio em formato online, revelou-se um evento de enorme atratividade, registando 1100 inscritos, sendo 462 deles internos dos 2º, 3º ou 4º anos do Internato de MGF e Jovens Médicos de Família e 116 médicos internos do 1º ano do Internato de MGF. Durante o período de trabalhos dos três dias raramente a audiência desceu dos 500 acessos simultâneos e as três sessões com maior audiência foram as mesas redondas «Medicina Geral e Familiar: orgulho e preconceito», «Ser recém-especialista em tempo COVID» e «O mistério das 8 horas do interno – da lei à realidade», por esta ordem. Já a sessão com mais votações foi a subordinada ao tema «Saúde Sexual vs Saúde Mental: o papel do Médico de Família», seguida da sessão «Os desafios da liderança enquanto Jovens Médicos de Família». Por outro lado, as sessões que recolheram mais questões da audiência foram «Burnout – como identificar, gerir e não ignorar» e «Amamentação: mitos e problemas mais comuns», ambas com 16 perguntas.

Este ENIJMF foi também uma iniciativa altamente interativa, facto comprovado pela 1526 mensagens trocadas, 5833 visitas aos trabalhos (comunicações orais e e-posters) apresentados e 306 avaliações realizadas aos mesmos. No que se refere à área de exposição, de ressalvar que foram concretizadas 2189 visitas a áreas de expositores, com um tempo médio de aproximadamente dois minutos.

 

Leia Também

Sessão «Fígado em análise» no 20º ENIJMF

O fígado reclama atenção no 20º Encontro Nacional de Internos e Jovens MF

Entrevista Dra. Ana Luísa Pereira

Entrevista realizada na 27ª Conferência Europeia da WONCA pela colega Ana Luísa Pereira

Entrevista da Dra. Catarina Capella

Entrevista realizada na 27ª Conferência Europeia da WONCA pela colega Catarina Capella

Recentes

Menu