Fórum Médico exige pedido de desculpas de Manuel Heitor

Em comunicado oficial emitido no final de uma reunião de emergência, o Fórum Médico (estrutura que congrega organizações reguladoras, sócio-profissionais e sindicais da área médica em Portugal) exige “um pedido de desculpas público e inequívoco do Senhor Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior” e não abdica de “uma clarificação da Senhora Ministra da Saúde e do Governo em matéria de formação médica e cuidados de saúde”. Esta posição surge na sequência de uma controversa entrevista concedida por Manuel Heitor ao Diário de Notícias, na qual o governante afirmava que “para formar um médico de família experiente não é preciso, se calhar, ter o mesmo nível, a mesma duração de formação, que um especialista em oncologia ou um especialista em doenças mentais”.

Os signatários deste comunicado acrescentam que “é totalmente inaceitável e desrespeitosa a forma como o Senhor Ministro desvalorizou a formação e a qualidade dos médicos especialistas em Medicina Geral e Familiar” e lamentam que “seja um governante sem competência nesta matéria a equacionar um recuo na organização do Serviço Nacional de Saúde para padrões existentes antes da democracia”.

Leia na íntegra o Comunicado do Fórum Médico.

 

Leia Também

Do cenário idílico (na vontade) ao desastroso (na realidade)

Vacinação contra a gripe atinge meta da OMS para a população acima dos 65 anos

APMGF emite parecer fundamentado

Recentes

Menu