Participe no estudo europeu da EHMA e ajude a diminuir o impacto da bronquiolite pediátrica

A European Health Management Association (EHMA), organização sediada em Bruxelas, está a promover uma investigação centrada na carga da bronquiolite pediátrica provocada por vírus sincicial respiratório (VSR). Para tal, conta com o apoio da European Union of General Practitioners (UEMO) e múltiplas associações sócio-profissionais e sociedades científicas de diversos países europeus, como o Reino Unido, a Itália, a Finlândia, Espanha e Portugal, onde a APMGF apoia a iniciativa. Assim, é solicitado a todos médicos que atuam nos cuidados de saúde primários em Portugal que participem nesta importante investigação e respondam ao questionário do estudo especificamente dirigido a estes profissionais. O questionário gerará dados anonimizados e não demora mais do que 10 minutos a responder.

A EHMA está neste momento a trabalhar num livro branco que facilitará a tomada de decisões baseadas na evidência relacionadas com a gestão e o tratamento da bronquiolite pediátrica, bem como o controlo otimizado de surtos que se desencadeiam em período invernal e que têm a capacidade de limitar de forma significativa a eficácia dos sistemas e organizações de saúde. Os primeiros resultados preliminares deste estudo já conhecidos apontam para o facto do peso do VSR sobre o sistema de saúde ser desproporcionalmente mais alto nos cuidados de saúde primários, com os médicos de família a reportarem – por comparação com os colegas hospitalares – níveis mais elevados de stress, bem como alargamento de horário e intensificação da carga laboral em consequência desta patologia. Com vista a consolidar estas e outras conclusões obtidas em Portugal e em outros países europeus, a EHMA decidiu prolongar o período de resposta ao questionário do estudo até ao final do presente mês de outubro.

 

Leia Também

Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças elogia intervenção precoce em Portugal

38º ENMGF – Workshops que marcam a diferença!

Nova lista de utentes… e agora?

Recentes

Menu