Colégio de MGF propõe 10 medidas para melhorar resposta dos MF a doentes Covid e não-Covid

O Colégio da Especialidade de Medicina Geral e Familiar da Ordem dos Médicos (OM) lançou um documento fundamental, intitulado «Dez medidas para melhorar a resposta dos Médicos de Família às necessidades de saúde dos portugueses», face à atual situação epidémica de menor gravidade da doença e com vista a um “ajustamento organizativo com simplificação de processos assegurando uma visão integrada do atendimento de modo a otimizar, simplificar e eliminar redundâncias no percurso do cidadão e na sua relação com as unidades de saúde e outras instituições de serviço público”.

Entre outras medidas, o Colégio de MGF recomenda que “todos os profissionais das USF e UCSP (médicos, enfermeiros e assistentes técnicos) regressem aos respetivos locais de trabalho e retomem a normal atividade assistencial”, seja eliminada a necessidade de presença física de um médico de família nos centros de vacinação e dissolvida a estrutura dos ADR-C. Consulte aqui o documento.

 

Leia Também

Mudança nas Políticas de Saúde

APMGF defende que com ou sem Direção Executiva do SNS é inadiável uma mudança de fundo nas políticas de Saúde

Fernando Araújo escolhido como diretor executivo do SNS

Cristina Galvão – “Este doutoramento surge como um desafio que coloquei a mim mesma”

Recentes

Menu