Clube de Leitura APMGF arranca em maio!

A Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) criou um Clube de Leitura on-line, uma iniciativa de índole cultural e formativa destinada a fomentar a troca de ideias a partir de um livro. A participação no Clube de Leitura está sujeita a inscrição prévia, é gratuita para os sócios da APMGF e tem um custo de 35 euros para não sócios (valor que permite participar no ciclo integral de oito sessões). No final do ciclo, todos os participantes do Clube de Leitura que tenham assistido às sessões em direto receberão um diploma de participação entregue pela APMGF. Os participantes inscritos no clube que, por algum motivo, não possam estar presentes numa determinada sessão, terão a oportunidade de assistir à mesma em diferido, já que todas as sessões serão disponibilizadas em área reservada do site da Associação. Refira-se, entretanto, que a divulgação do Clube de Leitura APMGF agora iniciada ocorre a 23 de abril por este ser, precisamente, o Dia Mundial do Livro.

O Clube analisará oito livros, em oito sessões, dinamizadas por oito médicos de família diferentes e uma consultora literária, Rita Fazenda, editora do Grupo Leya. A primeira sessão está já agendada para o dia 23 de maio. Focar-se-á na obra «A morte de Ivan Ilich» de Liev Tolstói e terá no papel de médico de família dinamizador Armando Brito e Sá. Pode consultar as sessões com alinhamento já definido na tabela em baixo. Aos participantes será pedido que leiam previamente a obra literária (divulgada com antecedência) para melhor aproveitarem a sessão e ter uma participação mais ativa.

“A criação deste Clube de Leitura é uma aposta da Direção Nacional (com a colaboração da Dr.ª Pascale Charondière) com um amplo alcance. É acima de tudo, uma iniciativa de índole cultural, que possibilita a aproximação dos médicos de família no contexto da Associação, independentemente de estarem ou não no exercício da sua atividade, do grau de desenvolvimento profissional e da área geográfica de atuação. Pretende-se também contribuir para a formação dos médicos, em particular dos jovens médicos de família, ao proporcionar o contacto com diversas realidades e desta forma promover o auto-conhecimento, a base para a aproximação ao Outro”, explica Mário Santos, membro da Direção Nacional da APMGF.

De acordo com o dirigente associativo, procura-se também “fomentar a Medicina Narrativa ao se criar um espaço de diálogo, e permitir ao participante olhar para si – o seu modo de ver, de agir e de sentir – enquanto profissional de saúde diante das histórias. Neste contexto, pretende-se que cada um desenvolva a capacidade de analisar criticamente a informação de uma narrativa, ao complexificar o pensamento – procurar fazer a transição do pensamento linear para o pensamento complexo – que vai de encontro ao sermos médicos daquela pessoa em particular”. Por fim, mas não menos importante, Mário Santos acredita que este clube possa vir a desenvolver “o prazer pela leitura e que os encontros mensais de leitores proporcionem a satisfação pela partilha das reflexões individuais e o interesse e desafio pelas descobertas em conjunto”.

Leia Também

Clube Leitura APMGF

Reflexões sobre a abordagem médica – cortesia de Tolstoi – na primeira sessão do Clube Leitura APMGF

Semana do Médico de Família na Região Centro

SRC da OM e APMGF unem-se para celebrar a Semana do Médico de Família

Comunicado – Médicos de família penalizados quando acompanham mulheres que optam por interrupção voluntária da gravidez

Recentes

Menu