Candidaturas às Bolsas APMGF e AICIB terminam a 3 de junho!

Depois de entregues, no decurso do 39º Encontro Nacional de Medicina Geral e Familiar, as três primeiras bolsas de investigação (no valor individual de três mil euros acrescido de mentoria) criadas no âmbito de uma parceria entre a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) e a Agência de Investigação Clínica e Inovação Biomédica (AICIB), as duas entidades voltam a dar sinais de que estão empenhadas em estimular a investigação no âmbito dos Cuidados de Saúde Primários (CSP), com a atribuição de mais três bolsas a igual número de projetos de investigação. Estas bolsas têm como intuito estimular a Investigação e realização de trabalhos científicos na área da Medicina Geral e Familiar (MGF), contribuindo para a melhoria dos cuidados de saúde prestados aos cidadãos.

O processo de candidatura às bolsas APMGF/AICIB iniciou-se no dia 11 de abril e termina a 3 de junho de 2022) e os vencedores terão direito a um apoio de três mil euros e 40 horas em serviços de apoio técnico que sejam necessários ao projeto, suportados pela APMGF/AICIB. Pode consultar, desde já, o Regulamento das Bolsas APMGF/AICIB e descarregar o Formulário de Candidatura. Os projetos candidatos devem ser enviados para o secretariado da APMGF, através do endereço de e-mail apmgf@apmgf.pt. Apenas serão consideradas candidaturas que cumpram de forma integral as regras definidas no já mencionado regulamento.

O investigador principal dos projetos candidatos terá de ser um médico de família ou Interno de MGF, associado da APMGF, em pleno uso dos seus direitos à data de aceitação da bolsa. As bolsas em questão destinam-se a apoiar a concretização de um projeto de Investigação em qualquer tema que se enquadre na MGF. Serão atribuídas atendendo à originalidade, à pertinência do projeto para o doente/cidadão, unidade de saúde e sociedade, à metodologia e rigor científico e demais atributos de valorização na área da MGF e dos CSP.

Leia Também

No dia 26 de setembro assinala-se o Dia Mundial da Contraceção

Mudança nas Políticas de Saúde

APMGF defende que com ou sem Direção Executiva do SNS é inadiável uma mudança de fundo nas políticas de Saúde

Fernando Araújo escolhido como diretor executivo do SNS

Recentes

Menu