Protesto APMGF 16 de Julho

APMGF organiza protesto em frente ao Ministério da Saúde no dia 16 de julho

A Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) vai organizar no dia 16 de julho, a partir das 16h00, um protesto em frente à sede do Ministério da Saúde, na Avenida João Crisóstomo, em Lisboa, contra a potencial incorporação de médicos não especialistas nas unidades funcionais dos cuidados de saúde primários e com responsabilidade na gestão de listas de utentes, medida integrada pelo governo no Orçamento de Estado para 2022 e que ameaça a qualidade de cuidados prestados aos utentes nos centros de saúde.

Esta é uma jornada de contestação cujo intuito fundamental é o censurar a tutela por uma decisão que apenas defrauda as expetativas de muitos portugueses, oferecendo-lhes apoio clínico de alguém que não é um verdadeiro médico de família. A APMGF convida todos os colegas da Medicina Geral e Familiar a participar, assim como outros profissionais de saúde e utentes que se queiram juntar a um protesto que mais não faz do que defender a igualdade, integridade e qualidade dos cuidados de saúde prestados no sistema de saúde português.

A organização incentiva também os participantes a trazerem consigo no dia 16 braçadeiras ou fumos negros, em sinal de luto e em consonância com o lema do protesto «De luto pelo SNS. Em luta pela MGF», bem como cartazes ou tarjas com as mensagens que considerem adequadas para o momento. Em alternativa, poderão também imprimir um dos dois ficheiros que propomos, em formato A4 e A3. Contamos com todos no dia 16 de julho!

 

Leia Também

Conversas Investigação APMGF

Seja parte da conversa sobre investigação no dia 14 de dezembro!

Contribua para o conhecimento sobre a formação curricular em cuidados paliativos no internato de MGF

Participe no debate «Orçamento do Estado e Desafios para a Saúde em 2023» no dia 12 de dezembro!

Recentes

Menu