Curso de investigação da EGPRN com inscrição gratuita para sócios da APMGF

Os associados da APMGF vão poder participar gratuitamente no curso de investigação online International Web-based Course on Research in Primary Health Care, promovido pela European General Practice Research Network (EGPRN). O acesso gratuito dos associados é possível através da área de sócios do site APMGF, na qual poderá encontrar um ícone da EGPRN com a referência curso online.

Segundo Ana Luísa Neves, representante da APMGF na EGPRN, membro do Comité de Relações Publicas e Comunicação daquela rede europeia de investigação, research fellow no Imperial College (Reino Unido) e docente da Universidade do Porto, os objetivos deste curso passam por “ajudar os participantes a desenharem uma pergunta de investigação, a oferecer-lhes um conhecimento abrangente sobre métodos de investigação e bioestatística, experiência prática no desenvolvimento de protocolos de estudo e de submissão de candidaturas a financiamento para investigação, bem como no uso de ferramentas informáticas e manipulação de bases de dados, utilização de folhas de cálculo e potenciação de análise estatística. O curso é indicado para médicos de família e outros profissionais de saúde dos cuidados de saúde primários com interesse especial na área de investigação”.

Este curso e o website que o suporta recorrem somente ao inglês, pelo que todo o interface com o participante se processará naquela língua. A formação está dividida por 25 módulos online de ensino, terminando com um workshop prático de meio dia. Cada módulo virtual consistirá de uma palestra didática de 15 a 25 minutos, links para materiais formativos complementares e um breve teste pós-módulo.

Ana Luísa Neves recorda que a EGPRN, rede responsável por esta formação, é “uma organização de médicos de família e outros profissionais de saúde ligados à investigação nos cuidados primários e Medicina Geral e Familiar. O seu propósito essencial é o de criar um contexto adequado para a discussão e desenvolvimento da investigação nos cuidados de saúde primários, patrocinar e coordenar estudos multinacionais, fomentar a partilha de experiências nesta área e impulsionar uma base científica validada para a investigação em Medicina Familiar. Em acréscimo, a EGPRN também concede aos médicos de família a possibilidade de estabelecerem contacto com colegas de outras regiões e países, estimulando assim projetos colaborativos, a nível local e internacional”.

 

Leia Também

José Augusto Simões obtém título académico de agregado na UBI

Pós-graduação «Governação em Saúde» da ENSP arranca no próximo mês de janeiro

Dois terços dos portugueses com recomendação para serem vacinados contra a gripe já terão sido imunizados

Recentes

Menu