Encontro de MF do Algarve vai debater necessidades em saúde da população migrante

No dia 23 de junho, a partir das 17h15, o 7º Encontro de Médicos de Família do Algarve irá promover uma sessão que gera grandes expetativas, intitulada “Conversas com… A comunidade migrante no Algarve – quem são e que cuidados de saúde precisam?”, moderada por Joana Veloso Gomes (médica de família na USF Estrela do Mar e vogal da Delegação Distrital de Faro da APMGF) e com participações de Ana Logrado (UCSP Marvila e Olivais, ARSLVT),  Isa Cavaleiro (médica de família na USF Almirante, ACeS Lisboa Central – ARSLVT), Diogo Silva (assistente social na USF da Baixa, ARSLVT) e Pedro Jácome (enfermeiro na USF da Baixa, ARSLVT).

“Este ano considerámos fundamental ter no nosso programa do 7º Encontro de Médicos de Família do Algarve uma mesa dedicada à população migrante. O número de migrantes tem vindo a aumentar no nosso país, facto que se reflete na procura dos cuidados de saúde. As políticas de saúde têm promovido uma melhor acessibilidade destes utentes. No entanto, o médico de família depara-se com vários desafios: diferentes culturas, barreira linguística, doença mental, estado de saúde debilitado, condições sociais frágeis. Para prestarmos melhores cuidados de saúde a esta população, consideramos imprescindível debatermos este tema com colegas que diferentes áreas de intervenção com experiência prática relevante com a população migrante”, explica Joana Veloso Gomes.

 

Leia Também

Reunião online aberta “Conversas sobre Investigação”a 18 de junho!

Jornadas de MGF dos Açores fecham com mensagem de confiança nas capacidades do MF

Açores avançam com adaptação regional das USF modelo B

Recentes