Oportunidade de debater os sistemas de informação em CSP com a SPMS

Desde há muito que os sistemas de informação fazem parte integrante do dia a dia dos médicos de família e equipas de saúde familiar, mas a sua influência no sucesso dos cuidados prestados aos utentes tem vindo a subir exponencialmente, ao ritmo da crescente digitalização da Saúde.

Com este cenário em mente, a organização do 41º Encontro Nacional projetou uma sessão na qual pretende discutir a evolução dos sistemas de informação, como uma das áreas prioritárias de melhoria para garantir uma prestação de cuidados segura. Lentidão, pouca fiabilidade, fragmentação das aplicações e uma organização dos sistemas informação distinta daquela que é o modelo de consulta nos cuidados de saúde primários são queixas frequentes dos profissionais. Contudo, o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) abre uma oportunidade para revolucionar os sistemas informáticos, não só ao nível da renovação das infraestruturas, mas também ao nível das aplicações com que diariamente trabalhamos.

Esta mesa, coordenada por Ana Luís Pereira (Grupo de Estudos em Saúde Digital da APMGF) e António Luz Pereira (vice-presidente da APMGF e membro fundador do Grupo de Estudos de Gestão em Saúde da APMGF), constitui uma excelente oportunidade de conversar com responsáveis da Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, EPE (SPMS), no sentido de perscrutar o caminho futuro dos sistemas informáticos, as necessidades dos profissionais e como será possível tirar partido da inovação para melhorar a prestação de cuidados.

 

Leia Também

Inscreva-se no Curso de Especialização «Cuidados Paliativos em Cuidados de Saúde Primários»

Afinal de contas, a poesia tem poder curativo (?!)…

APMGF apoia autores de comunicações livres a apresentar durante a conferência europeia da WONCA em Dublin

Recentes