APMGF – Ao Serviço da Medicina Familiar e do Bem Estar Público

A Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) é uma associação de cariz sócio-profissional e científico, formada por especialistas de Medicina Geral e Familiar e internos da especialidade, que tem por missão contribuir para a melhoria da qualidade do exercício e da realização profissional dos médicos de família, colocando todos os seus recursos à disposição dos seus associados contribuindo desse modo, para a melhoria contínua dos cuidados de saúde prestados aos cidadãos. Neste momento, agrupa mais de seis mil sócios.

Os órgãos sociais nacionais da associação englobam a Direção Nacional, a Mesa da Assembleia-Geral e o Conselho Fiscal. A Associação possui também estruturas regionais em vários distritos do país. Entre os vários órgãos de comunicação que publica, encontram-se a Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar – RPMGF – revista bimestral de atualização científica, o jornal de atualidade noticiosa «MGF Notícias» e o título histórico (editado durante mais de duas décadas) «Médico de Família», dedicado à partilha de experiências e boas práticas nos cuidados de saúde primários.
A APMGF é igualmente conhecida pela sua excelente capacidade de organização de grande eventos científicos. O principal evento organizado anualmente pela APMGF é o Encontro Nacional. Este tem sido, por excelência, o fórum anual de ideias e debate sobre as matérias que mais interessam aos Médicos de Família portugueses e ao progresso da atenção primária em Portugal. Uma vez por ano, a APMGF organiza igualmente o Congresso Nacional de Medicina Geral e Familiar, uma iniciativa focada sobretudo na divulgação e partilha de ciência e boas práticas com real impacto no dia-a-dia dos Médicos de Família, em que o espaço para a apresentação de comunicações livres e workshop é maximizado. Antes do arranque de cada Congresso Nacional é levado a cabo também o Encontro Nacional de Internos e Jovens Médicos de Família, cujo programa incide sobre temáticas de particular relevância para os Médicos Internos de Medicina Geral e Familiar e jovens Médicos de Família. A estes eventos juntam-se muitos outros organizados a nível regional, pelas diversas estruturas da APMGF e os encontros dos múltiplos grupos de estudos da APMGF.

A Associação aposta ainda na formação médica contínua, sobretudo através de cursos de e-learning e das Escolas de Medicina Familiar, realizadas duas vezes em cada ano, uma na Primavera e outra no Outono. Ao longo de quatro dias consecutivos, oferecem diferentes cursos intensivos, capazes de conjugar uma forte componente teórica com oficinas e sessões de exercícios práticos.

Uma história com mais de 35 anos

Desde o primeiro dia… APMGF apostada no conhecimento e na internacionalização

 

Foi longo e repleto de episódios positivos o percurso que conduziu a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) desde a data da sua criação – em 27 de maio de 1983 – até aos dias de hoje. Durante estes mais de 35 anos de notável evolução, a APMGF conheceu cinco Presidentes: Mário Moura, Luís Pisco, Eduardo Mendes, João Sequeira Carlos e Rui Nogueira.

Um caminho ímpar no contexto do associativismo socioprofissional português, que lhe permitirá chegar ao fecho de 2015 com um impressionante registo de promoção e divulgação da ciência. Mas esta Associação foi, é e será sempre uma organização aberta ao exterior, que reflete sobre a atualidade e interessada na troca de experiências, a nível nacional e internacional. Comprovou-o quando, em 1984, 1994 e 2004 convidou John Horder (fundador do Royal College of General Practitioners e uma das figuras tutelares da Clínica Geral/Medicina Familiar mundial) para participar em diversas iniciativas, isto depois de o reputado especialista britânico ter ajudado a moldar a especialidade em Portugal, através do marcante relatório «O papel do médico de Clínica Geral na atenção primária», fruto de um conjunto de debates e seminários desenvolvidos em Lisboa, no ano de 1979.

No campo das conferências e reuniões, a fasquia da qualidade imposta pela APMGF não tem parado de subir, ano após ano, desde o primeiro Encontro Internacional de Clínica Geral, realizado em Évora, em 1984. Seis anos volvidos (em 1990), concretiza-se o IV Congresso Internacional de Medicina Familiar, no Estoril, sob o mote “O Desafio da Qualidade”, uma iniciativa da responsabilidade do Centro Internacional para a Medicina Familiar das Américas, Espanha e Portugal e em bom hora acolhida pela APMGF.

Depois, em 1994, a Associação organiza (de novo no Estoril) a Spring Meeting da SIMG – Societas Internationalis Medicinae Generalis, um encontro que viria a marcar a génese da Região Europeia da WONCA, como hoje a conhecemos.

Uma década mais tarde, a ligação da APMGF às redes transnacionais da Medicina Geral e Familiar fortaleceu-se, com a criação do grupo de internos e jovens médicos de família da WONCA Europa, o Movimento Vasco da Gama, cujas bases foram lançadas na capital portuguesa. O culminar de toda esta projeção internacional da APMGF aconteceu em 2014, ano em que foi anfitriã do 19º Congresso Europeu da WONCA. Na ocasião, passaram pelo Centro de Congressos de Lisboa mais de 3500 participantes.

Menu