Trabalhos sobre microalbuminúria nos CSP recebem prémios no Encontro Renal

A Sociedade Portuguesa de Nefrologia (SPNEFRO) e a Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) voltam a incentivar a apresentação de trabalhos sobre o uso da determinação da microalbuminúria e sedimento urinário nos cuidados de saúde primários (CSP). O objetivo é conhecer a realidade portuguesa na utilização destes importantes biomarcadores de lesão renal. Os resultados serão apresentados no Encontro Renal, de 14 a 16 de novembro de 2024, numa sessão específica. Saiba mais informações aqui e submeta os seus trabalhos, até 30 de junho (nova data limite), para apresentação e discussão na mesa-redonda de Medicina Geral e Familiar englobada no Encontro Renal 2024. É importante referir que haverá prémios para as três melhores comunicações apresentadas no âmbito desta sessão, com o apoio da Bial.

A microalbuminúria (MA) é um biomarcador de doença renal. A ocorrência de MA persistente permite identificar pessoas com doença renal crónica, inclusive em estádios precoces (estádios 1 e 2), mas infelizmente não é conhecida a realidade portuguesa na utilização deste instrumento diagnóstico ao nível dos CSP. Assim, o desafio que as duas sociedades lançam é o de avaliar a realidade da utilização da determinação da MA nos CSP. A proposta será a de um estudo transversal em doentes que venham a ser observados na consulta, num determinado período pré-definido.

 

Leia Também

Jornadas de MGF dos Açores fecham com mensagem de confiança nas capacidades do MF

Reunião online aberta “Conversas sobre Investigação”a 18 de junho!

Inscreva-se no curso e-learning de Introdução à Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção

Outros Eventos