Curso de e-Learning em Tabagismo pode colmatar lacunas de formação

O Grupo de Estudos de Doenças Respiratórias (GRESP) da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar organiza a 1ª Edição do Curso de e-Learning em Tabagismo, com o apoio da Pfizer. A formação é desenvolvida on-line e envolverá cinco módulos (Malefícios do Tabaco; Porque que é difícil deixar de fumar?; Abordagem Clínica à Cessação Tabágica; Grupos Específicos e Tratamento Farmacológico). Os módulos têm a duração aproximada de 40 minutos e cada tema individual no âmbito dos módulos uma duração de 8 a 10 minutos. O acesso aos módulos será sequencial e cada um destes deverá ser colocado on-line quinzenalmente, podendo ser acedido em qualquer momento. No final de cada módulo, haverá um teste de avaliação e a aprovação no teste final dará direito à obtenção de um diploma certificado e de valor curricular. A coordenação científica do curso será da responsabilidade de Carlos Gonçalves, Rabi Costa e Rui Costa.

“A ideia de fazer este curso on-line de tabagismo surgiu da nossa constatação da real necessidade formativa e educacional na área do tabaco pela Medicina Geral e Familiar (MGF). A temática do tabagismo, com especial ênfase na sua ativa prevenção e cessação, é de elevada importância no âmbito da prática clínica diária na MGF. A relevância desta temática está relacionada com o facto de o tabaco constituir o mais grave problema de saúde pública a nível mundial, sendo uma das principais causas evitáveis de morte no mundo”, avança Rui Costa, coordenador do curso e do GRESP. O mesmo responsável sublinha que este curso de e-learning faz parte de uma estratégia mais global do grupo para desenvolver formação à distância: “tradicionalmente, o GRESP tem tido um papel relevante na educação médica contínua dos médicos de MGF, através de múltiplas e diversificadas ações de formação. A sua estratégia educacional passa pelas famosas oficinas monotemáticas, pelos cursos de doenças respiratórias até à Academia GRESP, lançada o ano passado. Agora, com vista à adequação formativa às novas tecnologias e modos de ensino, desenvolvemos ações formativas à distância através do e-learning. Criámos o ano passado um curso de e-learning em DPOC, em parceria com a Sociedade Portuguesa de Pneumologia e agora criamos este curso de e-learning em tabagismo. Iremos, brevemente, criar também um curso de asma”.

Refira-se que os formadores foram escolhidos com base em critérios como a sua vasta experiência na temática do tabagismo e dos temas versados nos vários módulos formativos. As áreas clínicas dos formadores vão desde a MGF até à Pneumologia, à Psiquiatria e à Psicologia.

Menu